Tema 1 – Caso da mulher linchada no litoral de São Paulo

O assunto está definitivamente em todos os jornais desde a confirmação da morte de Fabiane de Jesus, no dia 05/05, após ser linchada por ter sido confundida com uma criminosa que roubava crianças para praticar rituais de magia negra.

É certo que o assunto pode ser abordado de inúmeras formas, principalmente como argumento para as seguintes situações, por exemplo:

– exemplo de violência e barbárie.

– caso de “justiça com as próprias mãos”.

– falta de humanidade, não refletir que se trata de um ser humano, independente de ser inocente ou não.

– imprudência dos veículos de comunicação, no caso a internet, ao divulgar informações sem uma confirmação prévia dos fatos.

– falta de leitura crítica: acreditar em tudo o que se lê e ouve.

– a força das palavras: um boato resultou em uma morte.

 

Percebeu como uma informação pode ser explorada de diversas formas? Mas para poder utilizá-la de maneira eficaz é preciso conhecer bem o assunto dedicando alguns minutos para a leitura de notícias e opiniões. Segue abaixo algumas sugestões* para iniciar sua pesquisa:

 

Conheça melhor o assunto (quem, quando, onde, como e por quê):

Pragmatismo político

http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/05/dona-de-casa-espancada-apos-boatos-facebook-morre-hospital.html

 

Portal R7

http://noticias.r7.com/sao-paulo/dona-de-casa-espancada-ate-a-morte-por-causa-de-boato-sonhava-em-ver-a-filha-formada-05052014

 

Portal G1

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/05/marido-diz-que-mulher-foi-espancada-por-causa-de-boato-em-rede-social.html

 

Opinião:

Eliane Brun (El País Brasil)

http://brasil.elpais.com/brasil/2014/05/08/sociedad/1399557375_772228.html

 

Marina Rossi (El País Brasil)

http://brasil.elpais.com/brasil/2014/05/08/sociedad/1399557375_772228.html

 

*As sugestões são apenas motivadoras e de sites de nossa confiança. Nosso objetivo não é defender algum ponto de vista ou prestar juízo de valor, queremos apenas incitar a sua reflexão.

Autor(a): Professora Mariana Santana Marins, idealizadora do Escrever é Praticar. Especialista em Língua Portuguesa (UEL) e Mestranda em ensino de ciências humanas, sociais e da natureza (UTFPR - Londrina). Mais de 10 anos de experiência com aulas de português e redação na educação básica, no ensino superior e em preparatórios para concursos públicos. Revisora de diversas obras.

Gostou? Deixe um comentário!

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e são aplicáveis a Política de Privacidade e os Termos e condições do Google.



Gostaria de receber um e-book com dicas de redação?

Preencha o formulário abaixo e receba em seu e-mail!
Selecione uma opção para receber informações sobre o assunto.