O uso de siglas no texto

Uma dúvida frequente nas redações é sobre o correto emprego das siglas. Há muitas variáveis a serem consideradas quanto a isso: o espaço que você tem para escrever, se o leitor compreenderá o que a sigla significa, se é uma sigla de uso corrente, qual o objetivo do texto e, até mesmo, é preciso avaliar a fluidez na leitura da redação. Considerando essas situações, o ideal é sempre citar o nome completo na primeira vez e empregar a sigla entre parênteses, a qual será retomada em outro momento do texto:

O Cadastro Nacional de Pessoa Física (CPF) passará a ser inserido na certidão de nascimento, pois a Receita Federal exigirá o CPF de todos os dependentes para fins de declaração Imposto de Renda (IR).

 

Se você citar o nome por extenso em todos os momentos o texto ficará cansativo e com um uso desnecessário de espaço (principalmente em redações manuscritas). Imagine como ficaria este título se todas as siglas estivessem por extenso:

Representantes da Funai, Ibama e Incra reúnem-se com o MST.

 

No entanto, no texto, é interessante apresentar para o leitor o nome completo de cada órgão, não considere que ele conhece o significado de cada sigla, dê essa informação a ele.

 

Mas como saber se devo usar apenas letras maiúsculas ou minúsculas nas siglas?

Convenciona-se usar as siglas das seguintes formas:

1) todas as letras são maiúsculas se cada letra corresponder a uma palavra, ou quando as letras são soletradas:
ABL – Academia Brasileira de Letras
CPF – Cadastro de Pessoa Física
INSS – Instituto Nacional de Seguro Social
BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento

*Observe que ao registrar por extenso cada palavra tem a sua inicial maiúscula.

2) somente a letra inicial é maiúscula se cada letra não corresponder necessariamente a uma palavra, ou se for pronunciada como palavra comum:
Funai – Fundação Nacional do Índio
Sabesp – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo
Sudene – Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
Masp – Museu de Arte de São Paulo
Detran – Departamento de Trânsito

3) usa-se maiúsculas e minúsculas quando é preciso diferenciar siglas ou marcar um plural, ou se foi convencionada dessa forma:
UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina X UFSCar – Universidade Federal de São Carlos
CPIs – Comissões Parlamentares de Inquérito
UnB – Universidade de Brasília
ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

O uso de siglas pode ser um grande aliado para uma boa redação, além de deixá-la objetiva, faz com que economize um bom espaço sempre que ele for limitado, indica um domínio maior sobre o assunto e permite que você varie o vocabulário, evitando repetições desnecessárias.


Leia também:

Resenha – como fazer

Como fazer listas?

Linguagem inclusiva


Redação e Estudo de Caso - TRF 3

Já pensou em aprimorar a escrita praticando?

[  Clique aqui e saiba mais  ]

Publicado em 12 de janeiro de 2018 na categoria Concursos, Enem, Outros, Redação

Gostou? Que tal compartilhar!

Autor:

Professora Mariana Santana Marins, idealizadora do Escrever é Praticar. Especialista em Língua Portuguesa (UEL) e Mestranda em ensino de ciências humanas, sociais e da natureza (UTFPR - Londrina). Mais de 10 anos de experiência com aulas de português e redação na educação básica, no ensino superior e em preparatórios para concursos públicos. Revisora de diversas obras.

Diga-nos o que achou desta publicação?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *