Redação para o concurso da Marinha do Brasil – Prepare-se

            Se você tem como objetivo fazer parte da Marinha do Brasil, se seu sonho é seguir a carreira naval, é fundamental saber que a redação deve fazer parte do seu cronograma de estudos, afinal ela tem caráter eliminatório e classificatório.

            Anualmente, a Marinha realiza concursos para diferentes funções e áreas de formação, da saúde, engenharia, licenciatura, capelania e para a formação do corpo de intendentes, corpo da armada, corpo de fuzileiros.

            Conheça, então, algumas informações fundamentais para uma ótima preparação para a redação da prova da Marinha.

 

Características importantes

Só é permitido o uso da letra cursiva. Ela deve ser legível, diferenciando bem cada letra e as iniciais maiúsculas. Portanto, capriche na caligrafia desde já e identifique quais são os pontos de maior ilegibilidade.

A redação deverá ter no mínimo 20 linhas contínuas e no máximo 30 linhas. Serão consideradas “linhas completas” aquelas que alcançarem até a metade do espaço.

Para cada linha não preenchida ou que ultrapassar o limite máximo serão descontados 5 pontos. Ou seja, não serão apenas desconsideradas na avaliação as linhas extras, ou anulado o texto abaixo do mínimo, o candidato será penalizado por não respeitar os limites.

Na proposta não há textos motivadores, a banca fornece apenas a proposição temática em forma afirmativa ou interrogativa. Essa é uma das grandes dificuldades, pois o candidato precisa identificar o assunto, selecionar um ponto de vista coerente, contemplar exatamente o que o tema solicita e ainda demonstrar todo seu repertório argumentativo buscando referências apenas na sua memória.

O título é o próprio tema proposto pela Marinha. Basta transcrever na primeira linha da folha de redação, ou no espaço específico para o título a proposição temática dada na prova, não é necessário criar um título novo.

Não pule linha após o título. Caso não tenha um espaço específico para o título, ele deve ficar na linha 01, centralizado para que não seja confundido com o início do seu texto, assim a introdução deve iniciar na linha 2.

A nota está dividida em 50 pontos para conteúdo e estrutura, e 50 pontos para quesitos gramaticais. Ou seja, você não pode se descuidar de nenhum detalhe!

O assunto para a prova é escolhido pela Administração Naval considerando a sua importância. Sendo assim, é bem comum que os temas estejam diretamente relacionados a atividades ou valores do órgão, ou espera-se que o candidato argumente utilizando como referência informações da Marinha. Portanto, para garantir uma ótima argumentação, visite o site da Marinha, acesse as revistas publicadas pela instituição, fique por dentro das ações mais importantes, das ações atuais e valores essenciais. Você deve dominar tudo o que a Marinha faz e preconiza! Outra fonte de informação é o site do Ministério da Defesa e da sua área técnica.

 

Critérios de correção

            A redação na prova da Marinha terá como propósito verificar a capacidade de expressão escrita do candidato na língua portuguesa, e será cobrado o tipo textual dissertativo tradicional, com introdução, desenvolvimento e conclusão bem delimitados.

 

Conheça a estrutura do texto dissertativo

Estrutura da dissertação

 

Os critérios de correção estão divididos da seguinte forma, porém não são apresentados com muito detalhamento:

  1. a) Estrutura e conteúdo – 50 (cinquenta) pontos, sendo:
  2. I) Coesão e coerência – até 30 (trinta) pontos; e
  3. II) Título e assunto – até 20 (vinte) pontos.
  4. b) Expressão – até 50 (cinquenta) pontos.

 

            Em estrutura e conteúdo serão avaliados a construção do texto no padrão dissertativo e o conteúdo apresentado, a validade das informações citadas na argumentação em relação ao tema dado e o assunto que ele envolve. Também será avaliada a construção coesa e a sequenciação coerente das ideias.

            Em expressão serão avaliados a linguagem e os quesitos gramaticais, e nesse aspecto a banca é bem rigorosa. Então, se você tem dificuldade com a gramática, deve preparar-se desde já.

Temas/ Títulos anteriores

            A Marinha trata os temas de redação como “títulos”, isso significa que nele já está inserido o assunto e o foco central da sua redação. Confira alguns títulos que foram cobrados em anos anteriores:

 

2015 – Os faróis e a segurança da navegação

2015 –  O impacto das Olimpíadas na vida do cidadão

2015 – A indústria Naval e o País

2015 – Os Efeitos da Violência Urbana

2015 – As grandes navegações e os descobrimentos

2015 – O país que devemos deixar para nossos filhos

2015 – Sectarismo e Perdão

2014 – Os valores éticos e morais na sociedade brasileira

2014 – Redes sociais: Invasão de privacidade?

2014 – O militar e a sociedade brasileira

2014 – 3º dia- Os fins justificam os meios?

2014 – 2º dia- A contribuição individual

2014 – 1º dia- O Brasil que quero ajudar a construir

2014 – A solidez das instituições nacionais e a democracia

2014 – O que o futuro reserva para o Brasil?

 

                Observe como há uma variação entre temas da atualidade (Olimpíadas, violência urbana, redes sociais), temas subjetivos (sectarismo e perdão, os fins justificam os meios, valores éticos e morais), temas cívicos (O Brasil que quero ajudar a construir, o País que devemos deixar para os nossos filhos), e temas relacionados à Marinha (segurança na navegação, indústria naval, o militar e a sociedade brasileira, desenvolvimento da tecnologia). Por isso sua preparação deve ser a mais ampla possível, além de conhecer bem o órgão, busque conhecimentos de filosofia e sociologia e fique atento a fatos atuais que tenham relação com os valores da Marinha.

                Por fim, é essencial que você inicie a sua preparação para prova dissertativa o quanto antes, escrevendo e praticando com regularidade, somente assim conseguirá dominar a estrutura da redação e superar todas as suas dificuldades. Como o padrão dissertativo da Marinha é sempre o mesmo, não espere sair o edital para iniciar seu treino.

 

Preparar-se antecipadamente é essencial para uma boa redação argumentativa.

Como se preparar para fazer um bom texto?

 

Já pensou em aprimorar a escrita praticando?

[  Clique aqui e saiba mais  ]

Publicado em 16 de Maio de 2019 na categoria Concursos, Redação

Gostou? Que tal compartilhar!

Autor:

Professora Mariana Santana Marins, idealizadora do Escrever é Praticar. Especialista em Língua Portuguesa (UEL) e Mestranda em ensino de ciências humanas, sociais e da natureza (UTFPR - Londrina). Mais de 10 anos de experiência com aulas de português e redação na educação básica, no ensino superior e em preparatórios para concursos públicos. Revisora de diversas obras.

Comentário (1)

  1. Josue
    31 de julho de 2019 em 18:49 · Responder

    Obrigada pelas dicas !!!

Diga-nos o que achou desta publicação?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *