Redação do concurso da Força Aérea Brasileira – FAB

            Se você tem como objetivo fazer parte da Força Aérea Brasileira, é fundamental saber que a redação deve fazer parte do seu cronograma de estudos, afinal ela tem caráter eliminatório e classificatório e é aplicada para todos os cargos.

            Anualmente, a Aeronáutica realiza concursos para diferentes funções e áreas de formação: médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, capelania, e oficiais de apoio com formação em administração, jornalismo, direito, pedagogia, psicologia, fisioterapia, enfermagem, e outros. São muitas oportunidades para você ingressar em uma das instituições mais importantes do País.

            Conheça, então, algumas informações fundamentais para uma ótima preparação para a redação da prova da FAB.

 

Características importantes

Cuidado com a caligrafia. É permitido usar letra de forma, no entanto as letras maiúsculas precisam estar bem diferenciadas. Portanto, capriche na caligrafia desde já e identifique quais são os pontos de maior ilegibilidade, pois, acima de tudo, sua letra deve ser legível.

A redação deverá ter no mínimo 15 linhas e no máximo 30 linhas. Mas recomenda-se não escrever menos de 25 linhas completas (preencher até a metade do espaço da linha). Abaixo de 15 linhas o texto é anulado.

O tema será a partir de um assunto da atualidade. É essencial que você mantenha-se atualizado, atento a fatos importantes para o País e o mundo, de diferentes áreas. Também estude acerca de tópicos de sociologia, filosofia e psicologia, como relacionamento interpessoal, ética, moral, cidadania, respeito, cultura, movimentos sociais, e outros. E, ainda, conheça bem a instituição, suas ações, valores e normas. Ler, assistir a filmes, documentários e conhecer obras de arte em geral aguçará seu senso crítico e reflexivo. Quanto maior seu repertório, melhor será sua argumentação.

O tema é acompanhado de texto(s) motivador(es). Antes da apresentação do tema, há de 1 a 4 textos buscando contribuir na compreensão o contexto, assim como direcionam o que é esperado em seu texto. Eles podem ser verbais, ou com elementos visuais como charges, tirinhas, ícones, símbolos, gráficos, e outros que compõem a nossa vida. O objetivo é neste momento verificar a capacidade de leitura e reflexão do candidato a ponto de estimulá-lo a buscar em seu conhecimento de mundo outras referências significativas para apresentar em sua redação. Portanto, a argumentação não deve estar pautada somente nos textos da proposta, isso demonstrará conhecimento limitado e prejudicará a sua avaliação.

Não é obrigatório inserir título. Como não é fator de avaliação e geralmente não há uma linha específica para ele, aconselha-se não se preocupar com título. Contudo, caso considere oportuno e não haja na folha um espaço específico para o título, ele deve ficar na linha 01, centralizado para que não seja confundido com o início do seu texto, e a introdução deve iniciar na linha 2.

O texto deverá ser dissertativo-argumentativo em prosa. A redação deverá seguir estrutura tradicional dissertativa com introdução, desenvolvimento e conclusão; sendo essencial apresentar e defender um ponto de vista a respeito do tema com argumentos consistentes. E, em prosa, significa que não é permitido uso de versos, diálogos ou desenhos.


Conheça a estrutura do texto dissertativo

[  Clique aqui e saiba mais  ]


Critérios de correção

            A redação na prova da FAB terá como propósito verificar o conhecimento do candidato a respeito do tema e a sua capacidade de expressão escrita de acordo com a norma culta da Língua Portuguesa.


            Os critérios de correção estão divididos da seguinte forma:

I EXPRESSÃO: Pontuação, ortografia, caligrafia, vocabulário, acentuação gráfica e morfossintaxe. (Serão descontados 0,2000 por cada erro cometido relacionado a cada um dos aspectos avaliados).

II ESTRUTURA: Paragrafação. (Serão descontados até 0,5000 por cada erro cometido).

III CONTEÚDO. Dividido em:

  1. a) Pertinência ao tema proposto. (até 1,5000).
  2. b) Argumentação coerente. (até 1,5000).
  3. c) Informatividade. (até 1,5000).

            Em EXPRESSÃO serão avaliadas a linguagem e os aspectos gramaticais, e nesse quesito a banca é bem rigorosa, pois descontará dos pontos obtidos nos demais critérios, no entanto erro ortográfico idêntico será computado apenas uma vez. Então, se você tem dificuldade com a gramática, deve preparar-se desde já.

            Em ESTRUTURA será avaliada a construção dos parágrafos, se cada um cumpre com a sua função no texto, a ideia central, a coerência interna, uso de conectivos, elementos de retomada e a manutenção do tema. A construção de um bom parágrafo é essencial para a progressão textual.

            Em CONTEÚDO serão avaliadas a manutenção do tema, desde a contextualização, ponto de vista e defesa dele; a apresentação de argumentos concretos, assim como a sua coerência com o tema e o ponto de vista. Também será avaliada a sequenciação das ideias, equilibrando a exposição de informações novas com as já apresentadas, fugindo de padrões comuns de discussão e linguagem. Neste último quesito, espera-se que o candidato não demonstre um raciocínio frágil, generalista e impreciso.


Temas anteriores

            A FAB aplica o mesmo tema para diferentes cargos, por isso ele não terá relação com o conhecimento específico de determinada área, mas sim será retirado de um assunto atual e relevante. Confira alguns temas que foram cobrados em anos anteriores:

2013 – Sucesso profissional considerando os obstáculos e limites.

2014 – O desafio diante de mudanças na saúde e previdência no enfrentamento do envelhecimento populacional.

2015 – O egoísmo e individualismo na sociedade moderna em oposição à coletividade.

2016 – Altruísmo e abnegação na prática das virtudes militares e dos deveres cívicos próprios de todos os cidadãos.

            Observe como há uma variação entre temas da atualidade (saúde e previdência), temas subjetivos (sucesso profissional, egoísmo e individualismo, altruísmo e abnegação), temas cívicos (virtudes militares e deveres cívicos). Por isso sua preparação deve ser a mais ampla possível: além de conhecer bem o órgão, busque conhecimentos de filosofia e sociologia e atente-se a fatos atuais que tenham relação com os valores da Aeronáutica.

            Por fim, é essencial que você inicie a sua preparação para prova dissertativa o quanto antes, somente assim conseguirá dominar a estrutura da redação e superar todas as suas dificuldades. Como o padrão dissertativo da FAB é sempre o mesmo, não espere sair o edital para iniciar seu treino.


Preparar-se antecipadamente é essencial para uma boa redação argumentativa

[  Clique aqui e saiba mais  ]


Leia também:

Redação para o concurso da Marinha do Brasil


Redação e Estudo de Caso - TRF 3

Já pensou em aprimorar a escrita praticando?

[  Clique aqui e saiba mais  ]

Publicado em 27 de fevereiro de 2020 na categoria Concursos, Outros, Redação

Gostou? Que tal compartilhar!

Autor:

Professora Mariana Santana Marins, idealizadora do Escrever é Praticar. Especialista em Língua Portuguesa (UEL) e Mestranda em ensino de ciências humanas, sociais e da natureza (UTFPR - Londrina). Mais de 10 anos de experiência com aulas de português e redação na educação básica, no ensino superior e em preparatórios para concursos públicos. Revisora de diversas obras.

Diga-nos o que achou desta publicação?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *